Aurélio Aquino - verbos

Assim se invente a vida, coisa de não sofrer, jeito de ser querida

Textos
Título Categoria Data Leituras
Pequena ode de transgressão da ordem Poesias > Pensamentos 05/11/17 5
Verbos diagonais em torno do viver Poesias > Pensamentos 29/10/17 3
Do viver em trânsito Poesias > Pensamentos 29/10/17 4
Dos quereres de futuro Poesias > Pensamentos 29/10/17 2
Das íntimas refregas Poesias > Pensamentos 29/10/17 3
Das demoras e do futuro Poesias > Pensamentos 29/10/17 3
Quebrado del Yuro habita o mundo Poesias > Pensamentos 29/10/17 2
Das virtudes teologais em avessa lógica Poesias > Pensamentos 01/07/17 5
Rondó dos Orisá Poesias > Pensamentos 19/06/17 9
Da palavra e sua compleição em sentido estrito Poesias > Pensamentos 13/06/17 8
Do dirigir da vida Poesias > Pensamentos 04/06/17 13
Dos esconderijos recorrentes Poesias > Pensamentos 09/05/17 7
das larguras de mim e do futuro Poesias > Pensamentos 09/05/17 4
da concretude do eu Poesias > Pensamentos 09/05/17 6
Da ordem e dos desapegos Poesias > Pensamentos 09/05/17 6
Das contrarazões da crise Poesias > Pensamentos 09/05/17 9
dos barcos de mim Poesias > Pensamentos 09/05/17 5
Das usanças do viver Poesias > Pensamentos 09/05/17 5
De Fidel sempre Poesias > Pensamentos 09/05/17 5
Das usanças do viver Poesias > Pensamentos 09/05/17 5
Página 1 de 21 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [próxima»]
Site do Escritor criado por Recanto das Letras